O clube das chocólatras - Carole Mathews

Título: O clube das chocólatras
Original: The chocolate lover's club
Autor(a): Carole Mathews
Editora: Bertrand Brasil
Numero de páginas: 414

Solicitar O Clube das Chocólatras para resenha foi fruto de uma indicação feita, há alguns anos. Uma amiga o leu quando tínhamos cerca de quinze anos e disse ser “muuuito bom”. Relatou cenas hilárias e até um tanto adultas para nossa mente inocente, da época, e despertou interesse instantaneamente. Hoje em dia meu gosto literário evoluiu para algo que traga sensações mais substanciosas; o que não anula a possibilidade de um chick-lit ser uma leitura muito prazerosa, desde que bem desenvolvida. Mas não, não iniciei a leitura de O clube das chocólatras com grandes expectativas e talvez o que percebi ao fechar o livro e notar que ele fora uma leitura gostosa e indiscutivelmente rasa foi mais decepcionante do que se eu tivesse esperado algo mais.

A história gira em torno de quatro mulheres com personalidades que não poderiam ser mais distintas e uma paixão em comum que as aproxima mais, a cada encontro. Lucy, Nadia, Chantal e Autumn se conheceram, por acaso, na chocolataria Paraiso do Chocolate - um lugar acolhedor onde o casal gay, Clive e Tristan, criam suas guloseimas refinadas - e usam o chocolate como válvula de escape, desde então. 

São cerca de oitenta capítulos bastante curtos culminando em quatro focos narrativos, cada um correspondendo a uma personagem, alternando de terceira pessoa nos capítulos de Nadia, Chantal e Autumn e em primeira pessoa, no da Lucy. Apesar de o livro girar em torno das quatro, fica obvio pelo tipo de pronome usado nos capítulos de Lucy e por ter mais capítulos que qualquer outra personagem, que ela é o centro do enredo. De inicio, isso fica um pouco confuso, pois o primeiro capitulo introdutório é conduzido com uma voz quase intima e, algumas páginas depois, distante, mas onisciente, mas logo nos acostumamos e a agilidade com que os capítulos passam é considerável.

Conhecemos cada personagem de acordo com o passar das páginas e assistimos aos problemas pessoais “comuns” que elas passam. Um relacionamento que não vai bem, problemas financeiros, autoestima baixa e a acomodação com empregos medíocres são exemplos que ilustram a relação das mulheres com o resto do mundo. 

Essas relações, esses problemas pessoais que serviriam para tocar o leitor, tornar os personagens mais humanos, foram um pouco mal trabalhados e pareceram forçados e premeditados, assim como a amizade das quatro, em alguns momentos. Entendo que iam ao Paraiso do chocolate para relaxar e desabafar, mas me pareceu que tudo que elas tinham em comum era a necessidade de se encher de chocolate assim que ficavam ansiosas. Sim, elas estiveram lá quando alguma precisava, mas isso soou um pouco “fantoche”. Como se as personagens fossem personagens da Carole Mathews: não ganharam vida. 

Lucy teve destaque na maior parte do tempo e ganhou as ultimas 80 páginas praticamente para si, onde a autora pôde explorar com mais afinco, o romance que vinha desenvolvendo ao longo de toda trama. Apesar de clichê, essas partes acabaram se tornando as que devorei com mais rapidez e que mais agradaram, porque senti que Carole estava finalmente escrevendo algo que gostaria de escrever. Como se o Clube das Chocólatras e as ramificações de Nadia, Chantal e Autumn fossem, em parte, uma desculpa para este não ser mais um romance típico “Garoto-encontra-Garota”.

Foi uma leitura agradável, me roubou vários sorrisos e me fez virar páginas cada vez mais rapidamente, mas foi raso, superficial e talvez até irrelevante. É o típico chick-lit leve, divertido e romântico, mas faltou a espiritualidade. Faltou um pouco de alma. 

Deixa eu confessar uma coisa pra vocês: não sou fã de chocolate. Minha mãe compra duas barras por ano e dura mais que isso, se alguém não comer em meu lugar. Sou uma pessoa apaixonada por salgado; pizza, salgadinho, sanduíches, batata frita... Esses são meus prazeres culposos. É por essas coisas que eu me derreto e fico com água na boca só pela menção. Porque disse isso? Porque qualquer chocólatra que ler esse livro sente uma vontade enorme de abocanhar bombons atrás de bombons... Exceto eu, haha. As descrições são muito precisas, desde o recheio ao acabamento amanteigado e coisas do tipo. Logo, se você for amante de chocolate e chick-lits sem grandes ensinamentos: O Clube das Chocólatras vai, definitivamente, te deixar saciado. 

Classificação:
3 de 5. (Bom)

20 comentários:

Eduarda Menezes disse... [Responder comentário]

Adoro chick-lits Lu, mas mesmo sendo completamente louca maníaca por chocolates, gosto quando o livro tem alma, que mesmo divertidos e despretensioso os personagens pareçam reais e nos aproximem de sua história, então temo que não gostarei muito desse livro.
Acho que se o lesse, muito provavelmente acharia o mesmo que você. A história iria me agradar, mas não seria nada demais, daquela esquecíveis depois de um tempo, e como já conhecia o livro e particularmente a história nunca me chamou muito a atenção (principalmente depois de agora), acho esse eu vou passar! De certa forma é até bom, já que a lista está imensa rs
Mas acho uma pena, de verdade, pois sinto que a história tinha algum potencial... acho mesmo é que a autora não soube desenvolvê-lo muito bem, o que acabou deixando o livro um pouco forçado!
Adorei a resenha, como sempre! Adoro o jeito que você escreve ^^
Beijos!

Eduarda Menezes disse... [Responder comentário]

Lendo agora, vejo que nunca escrevi um comentário com tantos "achos" hahaha Preciso ler o que eu escrevo, mas acabo me esquecendo disto de vez em quando. ^^
Beijocas!

Danniele disse... [Responder comentário]

Eu vou ser eternamente apaixonada por essa capa, Lua! Ao contrário de ti, eu amooo chocolate rsrs
O livro parece ser bem leve como você falou mesmo mas não me interessou muito (só a capa mesmo rs).
Suas resenhas são sempre tão verdadeiras! Adooro <3

Beijos :*

Books Journal disse... [Responder comentário]

Minha gente, dá uma fome louca só de olhar pra essa capa, vish SOHAOSHOAHSOAHSOHA Eu tamém evolui muito em relação ao meu gosto de leitura, e acredito que romances desse tipo não encham mais meus olhos, como enchiam antigamente. Prefiro coisas mais adultas agora :D Ai, eu queria ter essa necessidade e a POSSIBILIDADE de me enpanturrar de chocolate, risos. Mas tem sérios problemas com isso )):

E COMO ASSIM TU NÃO GOSTA DE CHOCOLATE? Meu Deus, eu amo chocolate! OSHAOHSOAHSOAHSOHAS Passo o ano inteiro rezando pra chegar a páscoa pra eu poder me empaturrar com os ovos, haha.

Beeeijão,
Kaká

Julia disse... [Responder comentário]

Amo muito chick-lits e estava ansiosa para ler Clube das Chocólatras, mas me desanimei um pouquinho. Realmente, ler um livro assim em que os personagens não parecem pessoas nem por um momento, é tão... morto :(
Massss eu aamo chocolates, então ainda posso dar uma chance. E, EU TAMBÉM NÃO ACREDITO QUE VOCÊ ODEIA CHOCOLATE! O:
Acabei de devorar quase todo o brigadeiro que tinha aqui em casa, hahaha
Amei a resenha Lu :D
Beijos

Aione Simões disse... [Responder comentário]

Lu, adoro suas resenhas!
Primeiro de tudo, eu fiquei boba de ver sua frieza para com os chocolates haha...Eu sou uma chocólatra e amo chick-lits, então acho que esse livro me daria água na boca. Aliás, eu já fiquei só de ver sua leve descrição dos chocolates!
De qualquer forma, uma pena que tenha faltado alma no livro. Estou numa fase que faz tempo que um livro não me toca realmente, então esse não me interessou tanto agora, porque estou com saudades de ser arrebatada por uma leitura, sabe?
Beijão!

Nana disse... [Responder comentário]

Vishe Lu, então nesse posso ler esse livro HAHAHAHA sou chocólatra assumida mesmo, e tem dias que até Nescau resolve o 'ataque'.

Ah mas pelo menos a senhora gosta de pizza, aí sim.. então que venha um livro sobre as compulsivas por pizza. HAHAHA

Adoro a capa desse livro, pela sua resenha ele é totalmente diferente como eu imaginava e acho que vou curtir.
Só não espero assaltar a primeira loja atrás de chocolates depois da leitura haha

beijos e um excelente final de semana pra você
NANA - OBSESSION VALLEY

Samuely B B L disse... [Responder comentário]

toda vez que venho no teu blog babo no layout, sen condições.
BABO NESSA CAPAAA e nunca imaginava que o livro fosse sobre isso!
haha
beijos

Carol disse... [Responder comentário]

Eu amo chocolate mas como não sou grade fã de chick-lits acho que não leria esse livro...
gosto de livros com espiritualidades =]
Sua resenha tá ótima

Beijos.
#Resenha falada.

Bárbara Murat disse... [Responder comentário]

Eu amo chocolate, mas acho que eles ficam no mesmo lugar "da lista" que os salgados, pizzas, hmmmmmm que fome =/ Aposto que esse livro ia me matar de vontade de comer um monte de chocolate, pelo que você falou.
Mas não fiquei com vontade de ler.. Gosto de chick-lits, por serem leves e divertidos, mas não é meu gênero preferido. É bom pra descontrair, as vezes.
Gostei da sua sinceridade. :)

Beijos.

Carolina Mello disse... [Responder comentário]

Ai, Momoxinha te enganou!
Essa capa é linda e eu até tinha uma pequena vontade de ler esse livro...
Quem sabe um dia.
Gosto da sua sinceridade nas resenhas.

Evellyn disse... [Responder comentário]

Ahh
eu acho que nunca tive mt vontade de ler esse livro, mas faz tempos que li uma resenha positiva! Mas sabe que pela sua resenha eu achei que o livro deve ser bom?! rs Bem, como vc disse, nada espetacular e marcante, mas parece divertido e 'gente-como-a-gente' Sei lá, eu gosto desses 'problemas normais da vida' embora essa questão de parecer que a amizade é superficial seja meio chato.. rs
Mas sou fã de chick-lits e talvez eu leia este um dia!

bjs
Evellyn!

Thalia disse... [Responder comentário]

Eu amo a capa desse livro! Já quero ler ele a um tempo e ainda to enrolando :/ Mas esse mês eu compro!

Clayci disse... [Responder comentário]

Hahahaha passei mal só de ver a capa XD~~ sou alergica a chocolate sofro demais com isso hahaha

Camila Costa disse... [Responder comentário]

O livro parece ser bom, achei interessante o que você disse sobre faltar alma nele, sei lá lendo sobre o que se trata não imaginei isso.. a capa dele é linda, eu leria sem dúvidas, fiquei bem curiosa sobre ele
Beijão Lu

CC
http://blogcabelosaovento.blogspot.com.br/

Giil Almeida disse... [Responder comentário]

Gostei da resenha! Fiquei curiosa pelo livro, talvez seja por que eu amo chocolate! E também pizza, salgadinho, batata frita. Maaas, voltando ao livro, as vezes gostos de ler livros mais leves e romances fofinhos, mas, esses dias tenho lido livros mais intensos. Mas, acho que vou adicionar a minha lista de futuras leituras.

Bjos,
Verbologia Pink

Luara Cardoso disse... [Responder comentário]

Acho que só ler esse livro não vai me deixar saciada não ein! Estou até com medo de ler e engordar uns quilos durante a leitura! :x
Eu não posso dizer que não gosto de doces, sou apaixonada por eles. Mas os salgados também me conquistam... e MUITO! Ai, to com fome agora!
Enfim, agora eu realmente fiquei com vontade de ler esse livro e claro, de comer chocolate (já detonei uma barra nesse fim de semana... gordices!)
Adorei a resenha. :)

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Ana Ferreira disse... [Responder comentário]

Lu, sorte sua de preferir salgados (ou não, né haha). Particularmente falando, sou louca, pirada, apaixonada por doces <3 Uma formiguinha completa. Adoro mousses, tortas, chocolaaaaaaaaaaaaaaate. E só essa capa já me deu fome, mas ok.
Assim como você e outros comentaristas, não me sinto mais disposta a ler certos gêneros por conta da minha idade e do ceticismo que adquiri em relação a algumas coisas na vida. Mas acho que às vezes surgem essas oportunidades e podemos, sim, muito bem, gostar do que lemos. Não sei se é o meu momento para ler "Clube das Chocólatras" mas, no geral, achei a história interessante, adequada, pelo menos, pra fazer com que o tédio passe. haha
Sua resenha ficou ótima!

Beijinhos!
Ana - Na Parede do Quarto

Flávia Pachêco disse... [Responder comentário]

Eu sou chocólatra, confesso! Como direto, não é tanto como minha prima (que compra umas 3 barras de suflair por dia), mas gosto bastante!! Até que sou equilibrada, porque também sou apaixonada por frituras, mas enfim..
Acho que eu gostaria uma pouco desse livro sim, pra passar uma tardezinha lendo e tal. Primeiro, por causa do chocolate! rs. E segundo por ser um chick-lit levezinho. Não é uma leitura obrigatória para mim, mas talvez eu fosse meio que prazeroso ler esse livro.
Adorei a resenha Lu!

Beijão,
@flafsbp
{ http://17ezesseteinvernos.blogspot.com/ }

Postar um comentário

Os comentários serão retribuidos em seu blog, desde que não sejam de carater apenas de divulgação. Comente o que realmente achou! Obrigada :)