O pacto - Jodi Picoult

Título: O pacto
Autor(a): Jodi Picoult
Editora: Planeta
Paginas: 397
Classificação: 5. (Ótimo)

Um romance arrebatador, que hipnotiza o leitor da primeira à última página. A consagrada Jodi Picoult narra a história do casal Emily Gold e Chris Harte, que se conhecia desde o primeiro dia de vida. A amizade das duas famílias parecia ser das coisas mais sólidas do mundo. Ninguém se surpreendeu quando os dois começaram a namorar. Pareciam ter nascido um para o outro. Mas tudo desmoronou numa madrugada, quando Emily morreu com um tiro na cabeça bem ao lado de Chris, encontrado desmaiado pela polícia. Assassinato? O menino garante que havia um pacto de suicídio entre ele e a namorada. Ambos deveriam ter morrido naquela noite. Alguém falhou. Onde está a verdade?
Chris Harte foi o primeiro cara com quem Emily Gold dormiu. Literalmente. Chris foi colocado no berço de Emily logo após sair dos braços da mãe e num gesto adorável, ela segurou a mãozinha dele. Chris Harte foi o primeiro cara que Emily Gold beijou. E, infelizmente, Chris Harte foi o ultimo cara com quem Emily Gold teve contato antes de um tiro ter perfurado sua têmpora. 

O livro é narrado em terceira pessoa (mas determinado capitulo é contado através dos olhos de um personagem, que muda a cada capitulo) e os capítulos são intercalados entre Antes e Agora. Os capítulos de antes contam a estória deles, da família deles. Como os Gold e os Harte se conheceram e se tornaram amigos. Os de agora relatam o momento após a morte de Emily, mostrando como a dor e o ressentimento pode sobressair sob uma bela amizade. Chris afirma que Emily e ele fizeram um pacto de suicídio, só que algo deu errado porque só ela está morta e agora ele é acusado de assassinato.

Então, além de ter que lidar com a morte do amor da sua vida, Chris será julgado perante um tribunal com advogados super talentosos (eu me senti presente no júri e mudava minha opinião toda vez que um advogado se pronunciava. Teve momentos que eu fiquei meio agoniada “parem de me confundir!”). Além de ter que lidar com a morte da filha, Melanie Gold se vê ressentida com a sua ex melhor amiga e com o garoto que amou como filho. E além de lidar com o fato do filho está preso e com a perda de Emily, Gus Harte não pode buscar consolo no ombro de sua ex melhor amiga, porque... né. Resumindo: é realmente intenso.

É instigante, você não sabe o que realmente aconteceu até o final do livro. E por mais que O pacto seja uma tragédia, você não deixa de se apaixonar pela estória de Emily e Chris. Te emociona, te envolve, te deixa triste, mas ao mesmo tempo feliz. A escrita de Jodi Picoult é maravilhosa, ela te permite ver o ponto de vista de cada personagem e isso é super importante em um livro. Te faz abandonar as ideias preconceituosas acerca de alguns personagens. A gente entende a dor pais, a gente entende a dor de Chris e a gente entende, também, a dor de Emily.

Jodi relata de uma forma bem real como a gente vive num mundo caótico e fodido, mas ressalta que existem diversas coisas incríveis como o amor ou a amizade. É lindo. Eu recomento. Leiam, vai.

18 comentários:

Rêh Ferreira disse... [Responder comentário]

Menina eu morro de vontade de ler esse livro da Judi, tenho paixão pelos livros dela!
Já leu 'Uma questão de fé' e 'O filme perfeito'?
São lindos!!

beijos

@gladimir_taii disse... [Responder comentário]

Oii, tudo bem? Adorei a resenha. Achei a capa muito bonita :) Parabéns pelo Blog, está ótimo!
Estamos seguindo, visite-nos e se quiser sinta-se a vontade para nos seguir *-*
http:/allstargt.blogspot.com

xoxo @gladimir_taii

Ana Ferreira disse... [Responder comentário]

Luana,
Eu adoro as sugestões literárias alternativas que você dá aqui no blog, são sempre válidas.
Há outro livro da Jodi Picoult que está fazendo bastante sucesso no momento e também envolve tribunais. Acho que ela gosta disso, rs.
A história de "O Pacto" parece belíssima e tudo que você ressaltou em sua resenha foi de meu agrado.

Beijinhos,
Ana - Na Parede do Quarto

Thaís Varine disse... [Responder comentário]

Estou doida por esse livro, mas o preço é uma facada no coração!! kkk
Me disseram que todos os livros dessa autora é ótimo então vou ler algum um dia desses quando o preço baixar ;D

Beijos

Letícia disse... [Responder comentário]

Seu blog é lindão! E eu adorei suas dicas de livros, anotei o nome de um moooonte.

it-hits.blogspot.com

Vanessa disse... [Responder comentário]

Parece ser bem legal esse livro *-* Não conhecia, mas me interessei por ele agora :D Boa resenha.

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Nathália Zabel disse... [Responder comentário]

Caramba que história intensa! Pelo que consigo me recordar agora não me vem a cabeça algum livro que eu já tenha lido que aparente ser tão intenso como este. Me pegou de jeito. Mais um dos que você postou aqui que vou adicionar em Vou Ler no Skoob. Concordo com o fato de que é muito bom poder ver ela perspectiva de toso os personagens possíveis. Fiquei extremamente curiosa pelo pacto entre os dois e o que aconteceu para ter dado errado.
beijo!

Nathália Risso disse... [Responder comentário]

Oi Lu
Puxa vida, tenho uma vontade imensa de ler esse livro! Deve ser muito bom!
E sua resenha me deixou com ainda mais vontade, e super curiosa!
Pretendo ler em breve! Sua resenha ficou ótima :D
Obrigada pela visita e pelo comentário!
Tem post novo no blog: Meme: Top 10 Casais da ficção + Resultado de sorteio
Tem nova promoção de marcadores no blog! Participe :) http://migre.me/5rVly
Passa lá :)
Beijos, Nath
@brgnat
Books In Wonderland - http://www.booksinwonderland.com

Jovens Leitoras disse... [Responder comentário]

Que lindo seu blog :D Já estou seguindo.
Adorei sua resenha e realmente fiquei interessada no livro. Parece ser muito lindo.
Beijos, Jovens Leitoras.

Camila C. disse... [Responder comentário]

Oi, Luana!

Em primeiro lugar, adoro as resenhas que você faz. Sempre consigo ter uma ideia muito legal sobre o livro, e muitas vezes tenho vontade de ler o que você lê! haha
Com esse não foi diferente. Adoro histórias que se passem em tribunais ou que tenham algum tipo de assassinato, acho que dá um mistério e um ritmo legal. Mas essa parece meio triste. Assim que tiver a oportunidade, lerei :)

Beijos!

ps.: Obrigada pelo comentário sobre o layout!
ps2.: hahahaha logo mais é você na faculdade! *-*

Natália Puga disse... [Responder comentário]

MEU LIVRO FAVORITOOOOOOOOOO! É perfeito, como assim! Você tambem ficou cheia de raiva da emily e do egoismo dela? E quis abraçar o chris dentro do livro?

G. S. Farias disse... [Responder comentário]

Uma amiga minha tem esse livro, e acho que vou ter que pedir emprestado imediatamente depois da sua resenha. Adorei. Beijos.

PamFardin disse... [Responder comentário]

Ai meu Deus que triste... Só na resenha, já levei um susto quando falou que a menina morreu... imagina eu lendo e chorando... aiin xD rsrsrs
Valeu a dica! :D

Beijos!
Pam Fardin
aritmeticadasletras.blogspot.com

Belinha disse... [Responder comentário]

uau!! vou ler esse livro deve ser o tipo de livro que não se consegue largar aqueles livros que se lem andando

Postar um comentário

Os comentários serão retribuidos em seu blog, desde que não sejam de carater apenas de divulgação. Comente o que realmente achou! Obrigada :)