Glimmerglass - Jenna Black


Título: Glimmerglass
Autor(a): Jenna Black
Editora: Universo dos livros
Páginas: 296
Classificação: 2, (Regular)
Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés em Avalon, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie. . Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance… Até ter uma. Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar, muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal
Existe aquele velho ditado (que perdeu um pouco a força por ser tão popular) que diz que você não deve julgar um livro pela capa. Todo mundo faz um pouquinho disso, claro. Não é como se comprássemos um livro somente pela capa, a sinopse, a historia e tudo o mais é o que importa, mas atribuímos (ou EU atribuo) pontinhos a mais quando um livro tem uma capa bonita. E Glimmerglass tem uma capa belíssima, só que isso é o mesmo que nada quando um livro não é bom.

Dana Hathaway é uma adolescente que amadureceu mais rápido do que deveria devido a sua mãe meio problemática e a falta do pai que ela nunca conheceu. Passou a maior parte da sua vida se mudando e fazer amizades não estava mais nos planos dela. Confusa com relação a sua vida decide que precisa ir para Avalon, uma cidade onde circulam humanos e feéricos, visitar seu pai. Lá, Dana se vê presa numa confusão politica em proporções enormes e parece que todo mundo quer um pedacinho dela. Até Ethan, o feérico mais bonitinho do pedaço.

Para começar, qualquer escritor sabe que por mais que esteja escrevendo um livro de ficção, os fatos tem que aparentar ser verossímeis. Visualizem, uma garota de 16 anos não conhece o pai, depois de 15 minutos de conversa pelo telefone, o pai manda passagem e diz que ela pode ficar na casa dele, ela vai sozinha dos EUA pra Inglaterra... Sei lá, gente, não me convenceu. 

O romance no livro é mal desenvolvido e também não me convenceu. Se um cara que conheceu a pouco mais de 24 horas mentir para você, você fica com raiva, talvez com o orgulho ferido, mas não de coração partido. Dana foi uma personagem bem irritante, às vezes ela era corajosa, mas na maior parte do tempo era meio medrosa. Fora que ela passa a maior parte do livro se lamentando, a parte de uns surtos de bravura. Um dos únicos personagens que gostei foi um coadjuvante e fiquei triste por ele não ter sido mais desenvolvido. Novamente, só descobri que vai ter continuação na ultima página do livro e isso me deixou meio frustrada, mas tudo bem. 

Lendo outras resenhas, percebi que eu fui a única (praticamente) que não gostou desse livro e fiquei meio curiosa. Será que o problema era eu? Talvez seja porque eu não sou exatamente fã de livros de fantasia/coisas sobrenaturais e coisa e tal, mas achei a estória bem fraquinha. Acho que às vezes é assim mesmo, quando a temática do livro não te agrada, é bem difícil que o resto consiga salvar.

Logo, se você curte a temática das fadas, fantasia e tudo o mais, você talvez goste de Glimmerglass. Não é uma leitura penosa, mas também não é uma leitura gostosa. NA MINHA OPNIÃO, não fluiu. Novamente, se você curte, é melhor ler outras resenhas, ler o livro e tirar suas próprias conclusões. Espero não ter traumatizado ninguém, hahaha.

14 comentários:

Danniele disse... [Responder comentário]

Muitas pessoas falaram bem desse livro... Quero ler mesmo pra tirar minhas conclusões, como vc falou, Lu :) Amei sua resenha ♥

Mariana disse... [Responder comentário]

Oi!
Obrigada pelo comentário e pelo elogio ao texto! Sinto-me honrada e, claro, muito feliz :) Então, esse é o intuito principal do blog - postar meus contos -, mas talvez eu expanda um pouco e comece a postar algumas dissertações ou resenhas... Mas, não, o blog não é sobre um assunto específico ou direcionado a algum nicho em especial.

(Eu até faria um blog sobre livros, tipo o seu, mas acontece que eu só leio coisa velha! aheueheheu)

Beijos,
Mariana Fonseca

Julie Duarte disse... [Responder comentário]

Nunca li esse livro, e não sei se leria... Não sou muito fã de histórias desse jeito ._.

Gláu.. disse... [Responder comentário]

Oii, adorei seu blog *--*
Muito bom o conteudo!
Estou te seguindo!!!
Da uma passadinha no meu tbm, e se gostar segue :)
Otimo final de semana!!
Bjs

http://angelmartinss.blogspot.com

Bruno M disse... [Responder comentário]

Se tu não gosta de fadas e fantasias acho que tu não irá gostar da série os instrumentos mortais, fantasia é o que mais tem, haha!

Gostei muito da tua resenha! E não me traumatizou, ao contrário, me fez economizar $$! saiusah

G. S. Farias disse... [Responder comentário]

Problema sério ler um livro por causa da capa, decepciona tanto. Mas vou confiar no seu gosto, porque me parece que ele é bom. Essa semana comprarei um livro, acho que vou escolher de acordo com as suas resenhas :D Beijos.

Camila C. disse... [Responder comentário]

WOW! Adorei sua resenha, Lu!
Na verdade, eu já vi bastante gente falar que esse livro era fraquinho.

A capa dele é linda e, quem dera as capas fossem sempre proporcionais à história, teriamos milhões de livros ótimos! Eu tenho vontade de dar uma conferida nesse (dizem que a cidade do pai dela é Avalon, né? hahhaah) só pra tirar minhas conclusões. Mas eu odeio o tipo de protagonista que essa aí parece ser.

Beijos!
Ah, hoje fiz o meme que você me indicou =)

Camila
Pool of words

Thaís Varine disse... [Responder comentário]

Sério que não gostou? Só vejo resenhas positivas e a sua é a primeira negativa. Acho que vou esperar mais um pouco e ver outras resenhas antes de comprar ou iria no impulso pagando caro por livro que talvez eu posso não gostar. Vou levar sua opinião em consideração junto com as das outras blogueiras na hora de comprar Glimmerglass ;D

Beijos
Os Bastidores do Amor

PamFardin disse... [Responder comentário]

Esse é o famoso livro que eu julgaria pela capa, me chamou muito a atenção :P Leria só por causa disso, se não tivesse lido a sinopse e a resenha... rsrsrs'

Beijos
aritmeticadasletras.blogspot.com

Evellyn disse... [Responder comentário]

Hm..
eu não tenho mt vontade de ler pra falar a verdade... sei lá, e toda essa confusão mistica...
E sua resenha.. nossa, eu tb concordo.. Tudo bem, pode ser fantasia, mas tem que parecer que pode acontecer! Como assim nunca viu o pai e viaja pra ficar com ele? Ih, achei estranho tb!
Essa mudança drastica de pensamento tb não me convence..

Bem não traumatizei pq nunca tive AQUELA vontade de ler... quem sabe num futuro qnd não tiver nada melhor!
[bjs]
Hey Evellyn!

Carol disse... [Responder comentário]

Eu ainda não li esse livro e sempre tive dúvidas quanto a ele.
Acho que nem a capa me chamou atenção.
O problema não é com você não ^^
beeeeijos
;)

Thayná disse... [Responder comentário]

Posso dizer que fiz isso com Um Dia! Julguei totalmente pela capa, mas quando li uma sinopse por aí, pronto, me apaixonei perdidamente. Ainda não o li, mas estou aguardando ansionamente por esse dia.
Agora, Glimmerglass tem uma capa tão bonita! Mas, com as resenhas que vi em alguns blogs, não me animou em comprar. Principalmente por estarem cobrando um preço salgado no livro. Mas, fazer o que? Vivemos num Brasil onde se cobra quase quarenta reais para uma tradução porca, não é verdade? =/
Beijos, adorei seu blog!

Nathália Zabel disse... [Responder comentário]

Concordo com você que a capa ajuda em uma escolha e sinceramente fiquei surpresa com tudo que você disse do livro ofhafoeihfo Acho a capa muito linda e esperava uma história muito boa. Eu gosto de histórias com seres sobrenaturais, então talvez ainda conseguisse me agradar. Mas sinceramente alguém ir morar com o pai depois de tanto tempo e assim num passe de mágica, força um pouco a barra aewfioahweihawe
Vou ver se leio este livro para poder tirar minhas próprias conclusões, mas pelo que você falou parece que não vou gostar, mas vou tentar ler! :)
beijo!

ka macedo disse... [Responder comentário]

Foi bom ver outra opinião sobre esse livro, já que até agora só tinha ouvido falarem bem dele.
Estou louca para ler, mas agora fiquei com ainda mais vontade para saber qual vai ser a minha opinião (normalmente sou um pouco chata).
E a capa é realmente linda (mesmo que ache aqueles brilhinhos que colocaram na brasileira horriveis).
Adorei a resenha!

Beijoos
Minha Bagunça.

Postar um comentário

Os comentários serão retribuidos em seu blog, desde que não sejam de carater apenas de divulgação. Comente o que realmente achou! Obrigada :)