Sobre a falsa bibliofilia e bibliomaníacos


Encontrei um tumblr muito legal dias atrás - daqueles que reúnem diversas imagens, ilustrações, quotes e animações, sobre livros – e apressada com algum compromisso, saí, fechando todas as abas do navegador sem lembrar de salvar o endereço ou ao menos memorizar o nome. Nos dias seguintes verifiquei o histórico, mas como tinha visitado inúmeros sites de livros minutos antes que aquele, acabei desistindo e procurando no Google. O termo “bibliophilia” me veio instantaneamente à memória e tão logo encontrei o Tumblr que procurava, encontrei um artigo em inglês, muito curioso, intitulado “fake bibliophilia”

Mas estou indo rápido demais.

Deixem primeiro explicar o que é bibliofilia, este substantivo tão bonitinho e que carrega um significado que muitos de vocês conhecem e se identificam: um bibliófilo é, simplesmente, o individuo que lê com frequência, que tem um amor especial pelos livros. (grego: biblion - livro e philia – amor). Não deve ser confundido, porém, com bibliomania, que consiste no ato de comprar livros, sem necessariamente lê-los. (Aposto que muito de vocês se identificaram também.) Dessa maneira, um individuo pode ser um bibliófilo sem possuir nenhum livro e um individuo pode ser bibliomaníaco sem ter lido livro algum.

Voltemos ao artigo. 

O autor deste usa como subtítulo uma frase que sintetiza exatamente o que ele pretende dizer, ao longo do texto: Nossa tendência irritante de fetichizar o livro físico é, na verdade, uma desculpa para não ler. No artigo, ele critica a celebração de livros em seu aspecto mais estético, como mais um sucesso viral e o sentimentalismo compartilhado da idéia de ler um livro – que ele chama de “booksing” - que vem sendo propagado pelo Facebook, Twitter e etc., não a experiência de leitura, em si. Alega que o que o incentiva a ler é o apelo especifico de alguns livros e não a idéia de que eles dançarão ao seu redor como vagalumes esperançosos (ninguém faz isso, btw). Diz ainda que se o ato de ler está, de fato, morrendo, então “booksing” é o ultimo sinal de seu pulso falhando e termina alegando que se parássemos de celebrar a leitura, porém, teríamos menos uma distração.

Por mais que eu tenha achado o texto bem articulado, entendido o ponto de vista do autor, conseguido analisar e refletir sobre o assunto abordado, não vejo a celebração da leitura como o apocalipse zumbi. Não vejo nem mesmo como uma coisa ruim – para aqueles que compartilham fotos de livros e afins como se fossem a cura do câncer e se consideram melhor do que outras pessoas por ter uma estante em casa, rola um desgosto pessoal -. Óbvio que existem pessoas que compram livros e os põe na prateleira sem grande esforço numa tentativa de ter a tão esperada estante preenchida, mas acredito que a grande absurda maioria que celebra a leitura, de fato, leia. Qual o objetivo de consagrar a leitura e seus prazeres se você não liga para os livros?

Acredito que a principal intenção dos criadores de ilustrações, das pessoas que fotografam estantes cheias de livros ou pessoas lendo, páginas com citações seja compartilhar uma paixão. Isso mostra como livros podem ser obras de artes mesmo quando fora de sua real função – ser lido -, quando em fotos, curtas ou em ilustrações. Como um livro é uma rede infindável de idéias, de possibilidades. E a leitura, sendo um dos pilares que ajudam a criança na construção do adulto da década seguinte, não deveria ser incentivada, independente do meio de propagação, seja por ilustrações, animações e etc?


O que vocês acham, leitores lindos do MGF? Comentem sua opinião que eu vou adorar ler!

27 comentários:

Julia disse... [Responder comentário]

Concordo com você Lu. Muita gente aqui que gosta de ler, não tem muitos amigos em casa que gostam de fazer isso também, então às vezes a gente não tem ninguém (fora dos blogs, twitter e etc) com quem compartilhar e exprimir essa paixão sem sermos bombardeados com perguntas como: "Tu gosta de ler por quê? Não como tu consegue ler tudo isso." Então amo encontrar fotos com trechos de algum livro ou com citações que apoiam a leitura, além dos gifs *-*
E depois de tudo isso, se amamos muito uma coisa, por que não celebrar? É como se a gente amasse alguém e vivesse como se a pessoa é uma mera criatura na nossa vida. As criancinhas que estão começando a ler também precisam disso, porque livros não são só palavras e todas essas fanarts e afins trazem para a realidade tudo o que imaginamos estar entre essas páginas que nos enchem de sonhos.
Beijos Lu!
The Book Thief

Jaqueline Silva disse... [Responder comentário]

Eu sonho em ter uma biblioteca em casa, ou ao menos algumas estantes cheias de livros, mas livros que eu tenha lido, e não apenas como meros enfeites. Eu me sinto bem fotografando livros e suas citações, são tão inspiradores. Enfim, cada um tem a sua opinião, mas eu quero ter livros na minha estante que eu já tenha lido e que eu possa contar a história para os futuros filhos, netos ou sobrinhos, e não apenas para enfeitar.

p.s: Visito sempre o seu blog, mas não comento tanto quanto gostaria :x Vou tentar mudar isso. Você escreve muito bem *--*

Rafaela Lopes disse... [Responder comentário]

Então, eu achei o post interessante, até certo ponto faz sentido, porque eu já visitei tumblr com milhares de fotos relacionadas a livros, e no final das contas, quando fui falar com as donas, elas mal leram Crepúsculo e olhe lá, porém isso é muito raro, eu mesma amo tirar e ver fotos relacionadas a livros, porque realmente livros são lindos, eu sempre achei livros objetos mágicos, porém eu acho mais mágico ainda ler as palavras que contém neles, me identificar com os personagens, rir, chorar e me emocionar, então acredito que isso vá de pessoa para pessoa, e acho que os que realmente gostam de ler fazem parte da grande maioria.

Joelma Alves disse... [Responder comentário]

Oi, Luana. Muito interessante o texto. Eu, como você, acredito que a maior partes das pessoas que fazem um ode aos livros realmente gostam de ler. Acho que o texto que você citou e um pouco egoísta, nao sei se essa e bem a palavra... Como se as pessoas que gostam de ler tem que ser austeras... Ótima reflexão.

Sofia disse... [Responder comentário]

Oi, Lu! Concordo plenamente com a Julia, esses comentários são mto frequentes... Nossa é como se tivéssimos compartilhando um amor por um astro mega famoso. Amei o post! Beijos
Lendo de Tudo

Júlia Galo disse... [Responder comentário]

Bom dia, Lu! Será que posso classificar esse post seu como o melhor lido do ano? Achei o texto realmente muito interessante. Você conseguiu expor todas as suas ideias, a sua escrita é muito boa. Adorei! Mas, concordo com a Julia. Acho que isso vai de pessoa pra pessoa. Eu, por exemplo, adoro compartilhar fotos de livros, citações inspiradoras, e gosto ainda mais de ler. É possível que algumas pessoas gostem das fotografias e/ou citações, e não necessariamente de ler o livro. Assim como algumas pessoas são apaixonadas por lugares (e isso vemos muito) e não sabem absolutamente nada sobre. Certo que essa comparação não ilustra exatamente esse fato, mas, é quase isso. Acredito que exista sim pessoas que consagram os livros mas que, não gostam de ler. Talvez seja a necessidade de ter uma estante cheia, ou, a satisfação pessoal por ter livros.
Mais uma vez, adorei o post Lu! Um beijo.

Ed disse... [Responder comentário]

Já passei por isso muitas vezes, de "perder" um site e passar horas procurando por históricos tentando achar, mas enfim, eu concordo com o que tu achas no sentido dessa dramatização cult de que ter uma estante cheia te tornará cool, dos males o menor. Vai que um dia eles decidem realmente ler o que antes era só um caractere preenchendo espaço, né?

Thaís Varine disse... [Responder comentário]

Achei bem pertinente a sua explicação e muito bem colocada. Acredito também no que você disse de que as pessas, a maior parte delas pelo menos, amo ler. E não fazem isso só para se mostrarem..

Beijos
http://osbastidoresdoamor.blogspot.com.br/

disse... [Responder comentário]

Eu não acho muito problema em celebrar livros e tal, principalmente se são AQUELAS obras, as impecáveis, com enredo maravilhoso e tudo mais. Mas eu me incomodo (e muito) com aquelas pessoas que falam de livros como se fosse uma das sete maravilhas do mundo, mas não leem nada. Parece que falam só porque em geral as pessoas consideram leitores pessoas cultas. E eu não acho que sejam poucas pessoas que agem assim não, pelo menos eu conheço várias pessoas que são assim.
Enfim, eu adorei o texto, muito bom o assunto.
Beijos

Raquel disse... [Responder comentário]

Adorei o seu post!
Para mim não faz sentido alguém ter vários livros em casa e não ter lido nenhum. Aliás, isso apareceu numa novela da globo outro dia e eu fiquei =o o pior, eram livros "falsos" e sim, é sério hahahahah
Enfim, nada contra quem faz isso, de usar os livros apenas como decoração, eu também gosto de tê-los na minha estante, mas pelo menos eu os li.
E sobre as fotos, eu adoro!

Eduarda Menezes disse... [Responder comentário]

Lu, adorei o seu texto, mais uma vez!
Não vejo problema algum em celebrar livros, em tentar encontrar maneiras diferentes para demonstrar uma paixão que temos, como acontece em qualquer outro ramo, seja ele literatura ou não. Mas realmente o que incomoda um pouco são aquelas pessoas que tentam "se amostrar" através da leitura; que tentam se dizer cultas, e aí sim, usam esses outros meios para dizer "olha o tanto que leio, olha como eu sou uma pessoa antenada e intelectual", "nossa, você não lê?" e isso existe e de muito. Não preciso nem ir muito longe para encontrar pessoas assim, sinto que já as encontrei, mas enfim.
Fazendo esse tipo de coisa a essência da leitura acaba sendo perdida. Eu leio para mim, porque eu tenho um prazer imenso, porque eu amo fazer isso, porque é uma das coisas que me deixam mais felizes. Demonstrando essa paixão de forma natural, ela irá soar natural.. e até fazer com que outras pessoas se incentivem a ler também. Mas também respeito e acho natural quando as pessoas resolvem não adotar esse estilo de vida para si próprias. Se alguém não gosta muito de ler livros não quer dizer que essa pessoa é pouco culta por causa disso; às vezes, inclusive, ela é muito mais culta do que muitas que se dizem apaixonadas por eles.
O que eu quero dizer é que para os verdadeiros apaixonados, para aqueles que fazem isso de forma despretensiosa e natural, que tem amor e carinho pelo ato de ler, a celebração da leitura é algo mais do que normal, e muito bem vinda.

Eduarda Menezes disse... [Responder comentário]

Ah tinha feito meio que um resuminho no final do meu comment, mas agora que vi que apaguei a parte em que dizia que estava falando demais e então explicava no geral o meu ponto principal rs Espero que não tenha ficado confuso ^^
Beijão, Lu!

Samuely B B L disse... [Responder comentário]

adorei o texto, luuu! compartilhei no facebook e twitter, so people can know more about it :DDDD

Jeniffer Yara disse... [Responder comentário]

Concordo também com sua opinião! Por mais que eu achei totalmente falso e tosco pessoas que compram vários livros, tem uma estante enorme em casa e não leu quase nenhum deles, nem mesmo sabe o que lhe agrada ou não de verdade no mundo literário. Eu descobri uma paixão por literatura no ensino médio já e só depois por livros em si, gosto sempre de ler, mas não me considero uma bibliofilia, não li muitos livros ainda na minha vida pra me considerar isso. rs Mas enfim, incentivar a leitura, antes de tudo é algo que devemos considerar sim, e pessoas que são falsas bibliófilas(?) mesmo sendo falsas, ajudam sim nisso.

Beijos ><
http://mon-autre.blogspot.com/

Brenda Lorrainy disse... [Responder comentário]

Adorei o texto!

Nunca tinha parado pra pensar sobre isso, mas assim como você acho que celebrar livros sejam algo negativo. Muito pelo contrário além de poder compartilhar seu amor pela leitura por fotos de trechos ou livros é algo totalmente delicioso. Fora que influencia muito mais pessoas lerem. E não acho que existam muitas pessoas que comprem livro só por comprar. Quer dizer montar uma estante inteira pra nada ? o.o

beijo!
Brenda Lorrainy
cataventodeideias.com

Fernanda Luma disse... [Responder comentário]

Eu, por exemplo, tenho relativamente poucos livros no meu quarto mas ainda assim acho aquele cantinho ali de amotoado de livros um charme a mais no ambiente! No entanto acho que devemos separar esse lado "estetico" dos livros do real gosto pela leitura - Uma pessoa pode ter os dois ou só um, né? (:

Fernanda Luma disse... [Responder comentário]

Obs. Eu acabei de conhecer seu blog, e só para constar que fiquei apaixonada com a ilustração do seu layout! Perfeito ow <3 Álias, o blog é todo é muito lindo e bem feitinho rs Curti (:

Danniele disse... [Responder comentário]

Oi, Lua <3

Bom, eu devo confessar que não conhecia estes termos mas concordo com tua opinião no que diz respeito ao fato de que a maioria das pessoas que tem muitos livros e defendem o seu amor pela leitura, de fato leem.
Pelo menos, eu sou assim. Adoro colecionar livros, eu gosto mesmo de livros físicos, mas também tenho adoração pelo hábito de ler <3

Beijos :*

Amanda Almeida disse... [Responder comentário]

Ola, tudo bem? é a primeira vez que visito seu blog e já de cara me depara com um texto super interessante. E confesso, sou as duas coisas, amo ler, e quase não consigo entrar em uma livraria sem sair de lá com um livro. Com relação ao artigo, concordo e não concordo com ele. Afinal, há uma diversidade enorme de pessoas no mundo, e nem todas se enquadram nesse perfil de comprar compulsivamente e não ler, ou fingir que ler. Há loucos desse tipo, mas nem todos são assim, pois, caso contrário não teríamos tantos blogs literários ótimos espalhados por ai. Abraços, e parabéns pelo texto, não conhecia os termos.

Débora Macêdo disse... [Responder comentário]

Oi, Lú! Tudo bem?
Adorei o texto, muito bem elaborado!!! Nunca ouvi falar nesses termos, mas achei bem interessante. Acredito que quando alguém diz que gosta de ler, não necessariamente, estamos falando no texto composto só de palavras, às vezes, uma imagem também pode ser uma forma de leitura. Razão pela qual, celebrar isso, pra mim, não tem nada de errado, é natural quando você quer mostrar o que pensa sobre o assunto, por exemplo. Enfim, amo ler e fiquei feliz de aprender um pouquinho mais com o seu post. Beijos...

Mii disse... [Responder comentário]

o meu maior sonho é ter uma biblioteca igual aa da Bela e a Fera haha.

Isso é o que posso chamar de post inteligente, adorei!

Beijos
http://aoinfinitoealem.com

Juliana disse... [Responder comentário]

Nossa adorei!
Eu sou mais uma bibliofilia do que uma bibliomaniaca.

http://letters-riffic.blogspot.com.br/

Aione Simões disse... [Responder comentário]

Oi Lu!
Eu ainda não tinha visto esse seu post e fiquei feliz em não tê-lo perdido!
Não conhecia nenhum dos termos, achei muito interessantes e, como você, compreendi o ponto de vista do autor. Mas, também como você, não consigo ver isso como um grande mal. Sei lá, acho que cada um gasta seu dinheiro como quiser, pode ser "poser" do que quiser. Não é algo que prejudica alguém (no máximo, aumenta a arrogância daqueles que se acham superiores porque são supostos leitores. Mas, mesmo assim, é problema de cada um).
Acho que é possível ser as duas coisas. Admito que compro livros e os acumulo em minha prateleira, mas eu também leio demais, principalmente porque sinto aquela necessidade de dar conta de ler tudo que comprei. Não só isso, eu quero conhecer cada uma das histórias dos livros que me esperam, tanto que é sempre um custo decidir minha próxima leitura.
Acho que, certas "polêmicas" só são criadas por ausência de algo melhor a ser feito, ou simplesmente pra "polemizar". Em resumo, certas questões são meio desnecessárias, pelo menos em minha opinião!
Adorei o post, parabéns por ele ^^
Beijão!

Fernanda Falleiro disse... [Responder comentário]

Oie,
Passando pela primeira vez e já vindo dar pitaco rsrsr
Eu comparo o amor aos livros com o amor por uma religião, quando vc percebe que ela te faz bem vc quer mostrar a todos e trazer mais pessoas para compartilhar com vc. Claro que não vamos comparar com aqueles religiosos chatos, mas acho que até nos leitores tem tipos assim. Enfim não acredito que estamos chegando ao fim dos livros, acho mesmo que esse cara trabalha em alguma empresa de ebooks kkkkkkkk Eu amo os livros pelo que eles me proporcionam e tb pela estética deles, tipo um amor completo rsrsrsrs E acho tb que o verdadeiro leitor está aberto a qualquer tipo de literatura e não a apenas um, que é cool ou intelectual.
bjos e estou seguindo seu blog

Evellyn disse... [Responder comentário]

Ahh adorei o post Lu!

Olha eu entendo bem o que este carinha falou e gostei de como vc explicou... Eu AMO o livro fisico, as paginas, a capa, a diagramação.. Nem só pela parte estética mas porque gosto de ler da forma tradicional, passando a folha, pegando'.. Mas tb não tenho nada contra e-books e se eu tivesse um tablet, tb leria (pq é menos cansativo que pela tela do pc)

Acho que a questão as fotos pode sim ter um aspecto estético.. a gente bgosta de olhar a beleza, o colorido dos livros, a curiosidade de ver o que o outro gosta de ler - mas acho que isso é algo que a fotografia faz.... A gente fotografa pra exibir mesmo.. Mas tb concordo que não acho o fim do mundo quem posta fotos assim.. qual o problema?
Agora, acho estranho comprar o livro só para ter! Eu tenho mts livros não lidos, mas os que comprei, escolhi, certamente tenho mt vontade de ler, só não li AINDA.

Acho que o drama ebook x livro de papel é estranho.. Sei que a tendencia é o digital tomar, mas acredito que sempre terá publico pro papel (veja, mesmo na era de ipads, ninguém deixou de escrever em papel!)

Enfim, vamos amar ler e ter livros e compartilhar nosso gosto com quem tb gosta!

bjsss
Eve

Andressa Leite disse... [Responder comentário]

A verdade é que eu conheço pessoas que só compram o livro por comprar e ara falar que tem mesmo. Acho muito bom compartilhar o gosto pela leitura através de fotos, frases, criando blogs e etc.

Postar um comentário

Os comentários serão retribuidos em seu blog, desde que não sejam de carater apenas de divulgação. Comente o que realmente achou! Obrigada :)