Antes que eu vá - Lauren Oliver

 O blog tem twitter agora (wohoo) @mgostadefalar siga, siga, siiiga!

Título: Antes que eu vá
Autor(a): Lauren Oliver
Editora: Intrinseca
Páginas: 360
Classificação: 4. (Muito bom)

Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente. O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.

Vou confessar algo pra vocês: não sou muito fã de fazer resenha de livros lançados recentemente. E agora explico o porquê: praticamente todos os blogs literários da blogosfera brasileira estão comentando sobre ele. Você é bombardeado com dezenas de resenhas e fica instantaneamente curioso. Isso é ótimo, mas gosto de despertar o interesse nas pessoas pela estória, pela forma que o livro é escrito, que a editora faz a diagramação e até pela arte da capa. (PS: Como vocês, compro a maioria dos lançamentos, desde que me interessem, hahaha) Mas enfim, achei que devia abrir exceções e Antes que eu vá é uma dessas.

Sam Kingston (nenhum parentesco com o rapper, Sean, haha*) é uma adolescente popular. Mais especificamente, ela faz parte do grupo mais popular do Thomas Jefferson, seu colégio. Ela e suas três amigas – Lindsay, Ally e Elody – são as típicas Mean Girls. Sam tem uma família normal, amigas populares, um namorado e uma moral invejável. Alguns diriam que a vida dela é perfeita... Será? Nossa protagonista é forçada a pensar sobre isso quando um acidente de carro tira sua vida. Sam morre, mas, curiosamente, acorda no dia seguinte. Aliás, no mesmo dia. 

É dia 12 de fevereiro, Dia do Cupido, dia em que você tem permissão de se vangloriar sobre ter uma dezena de “amigos”. Confusa, Sam ignora o que aconteceu e vive o dia normalmente, mas no final da noite, assim como aconteceu no dia anterior (ou no mesmo dia, whatever), ela morre. Sam não tarda em perceber que os dias irão se repetir pelo resto dos dias e ela irá acordar, no mesmo dia, 12 de fevereiro, Dia do Cupido.

Fiquei meio irritada com Sam e suas amigas, as atitudes era muito estupidas, uma necessidade de se firmar como linda e poderosa sem se importar com os sentimentos dos outros. Aí a estória continua e a gente conhece Sam, a garota que também já foi meio bullyinada (lindo neologismo hein, haha). E a gente vê ela crescer, dia após dia, conhecemos, nos indignamos, adoramos e tudo o mais. Lauren Oliver é uma escritora tão boa que consegue fazer a gente gostar até das Mean Girls, ela as constrói como personagens reais, humanos e vemos que elas não são, exatamente, pessoas más. A amizade, lealdade, companheirismo delas é realmente muito legal de se ver.

Esse livro é realmente muito bacana. Da pra resumir ele nessa palavra. Eu teria meia dúzia delas (bem escrito, divertido, interessante, tocante, bonito, gostoso e etc), mas acho que bacana descreve bastante. É um livro que te faz pensar, refletir. A temática de bullying é “atual” e temos lido bastante sobre isso. Aliás, não é preciso nem mesmo ler, quase com certeza, há alguém na sua sala - da escola, cursinho, faculdade – que pratica bullying, que precisa tornar os outros inferiores para se sentir forte. É, galhera, tem muita gente babaca no mundo.

Entretanto, apesar da temática ser muito retratada por filmes e livros, Lauren Oliver conseguiu escrever uma narrativa emocionante e tocante. Sério, o livro genuinamente passa uma mensagem para o leitor. Tem momentos que a Sam fala com a gente, para que a gente entende os lados humanos dela. 

“Sei que alguns de vocês devem estar pensando que talvez eu mereça.(…) Mas antes que comece a me acusar, permita-me fazer uma pergunta: O que fiz foi realmente tão ruim? Tão ruim que eu merecia morrer por isso?
Tão ruim que eu merecia morrer assim?
O que fiz foi realmente tão pior do que o que todo mundo faz?
É realmente muito pior do que o que você faz?
Pense a respeito.

*: Não consegui evitar a piadinha, sorry.

15 comentários:

Bruno M disse... [Responder comentário]

Eu também não gosto de fazer resenhas de livros lançados há pouco tempo, eu sempre espero um mês para ler as cortesias das editoras, por exemplo, porque é tanto blog falando do mesmo livro que o leitor nem vai olhar para a tua resenha.

Antes que eu vá é um dos livros que pretendo ler quando a poeira baixar, mas posso dizer que gostei da última parte da tua resenha - não li toda pelo Spoiler, hah.

Ah, e espero por Delirium! Já li e, cara, é muito bom!

Ps: Eu não estava te seguindo. Vê se isso pode? uiashusia, cara eu tinha certeza que te seguia e ontem passei por aqui e estava escrito "Participe". Enfim, desculpa pela demora em seguir o blog, já arrumei o engano!

Aline Lopes disse... [Responder comentário]

Oi
Muito boa a resenha, também não gosto de fazer resenhas de livros recentes pelo mesmo motivo. Porém este livro eu pretendo ler, pois adoro este tema e parece ser muito bom mesmo.
Beijos.

Books e Desenhos

Bruno M disse... [Responder comentário]

Fique com QdC pra ti! Ou leia e depois entregue pra sua amiga, siuahusia.

Né! Tenho que seguir, tenho que seguir!

Não ficou muito spoiliosa, é que eu prefiro ter todas as surpresas na hora de ler, então se é resenha de livro que não li e estou interessado eu pulo pro final! IUSAUI

E vá escrever no teu Moleskine!
E fuscia é o nome da cadela da minha vizinha, siuahsuia!

Aione Simões disse... [Responder comentário]

Oi Luana!
Gostei do seu ponto de vista sobre resenhar livros "da moda" e compreendo, mesmo sem ter lido, que "Antes que eu vá" tenha merecido ser uma exceção!
Estou doida pra lê-lo, pois a história, além de interessante, parece ser muito emocionante mesmo e gosto de livros assim!
Dei risada com sua piadinha hehe
E, devo dizer, achei sua escolha de palavra pra definir o livro um tanto quanto peculiar. "Bacana" certamente não é uma palavra muito usada hoje em dia e gostei de vê-la aqui!
Beijos!

Vanessa disse... [Responder comentário]

Olá (:
Eu só faço resenha de livros recentes se eu tiver recebido da editora, porque quando eu compro eu demoro pra fazer a resenha UAHSUAHSUAHUS Adorei sua resenha. Ain, as amigas da Sam.... nem gosto de falar delas, babacas Q Adorei esse livro, muito bom.

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Danniele disse... [Responder comentário]

Eu sabia que você ia gostar desse livro, Lu *-*
Sua resenha ficou muito boa e eu amei o quote que você separou ♥ Eu sou péssima em separar os quotes porque meus livros são cheios de post-its porque eu sempre gosto de váárias citações OKAOSLP
Amei de verdade a resenha :)

Beijos, Lu!

Milena disse... [Responder comentário]

ooooooooi! :)
Que lindo seu blog! \o/, tava vendo os layouts que a GI fez e entrei aqui para ver.. ammmmei <3
ja estou seguindo aqui e no twitter!

Amei a resenha! Quero muito esse livro, ele é linnnnnnnnndo! <3


Beijos,
Milena.

http://divertletras.blogspot.com

Jovens Leitoras disse... [Responder comentário]

Concordo com sua opinião sobre os "livros da moda", mas confesso que pelo monte de resenhas que já li desse livro, estou com vontade de ler.
Adorei a sua resenha (:

Beijos *.*

PamFardin disse... [Responder comentário]

Esse livro é lindo, tenho certeza... Agora, para ter mais certeza ainda, é só lendo...kkkk' :P

Já estou seguindo o twitter do blog ^^

Beijo
aritmeticadasletras.blogspot.com

Luana Farias disse... [Responder comentário]

Isso é verdade que todo mundo comenta esse livro, ou você le super rápido pra ser os primeiros ou deixa pra depois, eu leio mas as vezes deixo a resenha pra depois. Pois queira ou não a gente sempre sabe quem comentou e leu a resenha realmente.

Esse livro parece aqueles que se passa na sessão da tarde, e eu gosto bastante deles. Por isso estou louca pra ler o livro. A Sam eu eu acho que n vou gostar dela como você mas quem sabe eu fique com pena?

Bjs

Francielle Couto disse... [Responder comentário]

Olá!

Olha, eu vou ter que concordar contigo. Quando um livro que fez sucesso é lançado aqui no Brasil por uma editora muito conhecida e aclamada, todo blog consequentemente é invadido por resenhas e comentários do mesmo. Isso não é ruim, mas é repetitivo e cansativo por vezes... em todo caso, fico contente em ver que você foi franca ao nos contar isso. Antes Que Eu Vá é um exemplo modelo, mas que fico feliz em poder ler mais sobre ele aqui. Assim como tantos outros leitores, estou doida para lê-lo. \O/
O bullying é, de fato, um tema muito atual, e fiquei instigada ao ver um livro que trate desse assunto de uma forma diferente. :) A capa é linda, e a história parece fofa... pela nota, vejo que não irei me arrepender. ;)
Adorei!

Um abraço!
http://universoliterario.blogspot.com/

ka macedo disse... [Responder comentário]

Ah, esse livro é mesmo muito bom!
E acho que foi exatamente a escrita da autora que tornou ele tão diferente. E os personagens também, claro. O Kent é tãoo fofo! Me apaixonei por ele, haha *-*
Gostei da resenha, bem descontraída e tal :)

Beijoos
Minha Bagunça.

Berchim e etc disse... [Responder comentário]

Aii, to morrendo pra ler esse livro, sério! E vou demorar um monte pra poder comprar, droga. Mas eu adorei a resenha e o jeito que você descreveu o livro, os pontos fortes que destacou e etc. A resenha ficou muito boa mesmo, parabéns!
E eu adorei o trecho que você escolheu, como eu não li não sei se entendi direito, mas pelo que entendi achei meio, sei lá, marcante... hahah

Beijoss
Thaís - Berchim e etc

Anônimo disse... [Responder comentário]

Olá,
Ainda não li este livro. Na verdade, descobri a autora pelo Delirium que é demais!!! Vale muito a leitura. A história é boa, ela escreve muito bem e o livro te pega logo no início. O problema é que descobri ser uma trilogia, e os próximos 2 livros serão lançados em 2012 e 13...um saco.

Espero que tenha a chance de ler!

beijos

Postar um comentário

Os comentários serão retribuidos em seu blog, desde que não sejam de carater apenas de divulgação. Comente o que realmente achou! Obrigada :)